Fitoterapia Chinesa

O QUE É

As ervas medicinais são usadas há mais de 3 mil anos pelos chineses para prevenir doenças e ajudar o organismo a desenvolver mecanismos de auto cura.  As ervas e compostos utilizados na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) visam o equilíbrio entre as energias Yin-Yang para que o organismo desenvolva seus próprios mecanismos de auto cura, prevenindo ou localizando as enfermidades e direcionando recursos para restabelecer a saúde. 

Embora o termo “fito” refira-se exclusivamente ao reino vegetal, esta forma de tratamento também engloba ingredientes de origem animal ou mineral em suas fórmulas. De acordo com a RDC Nº 21, DE 25 DE ABRIL DE 2014 os produtos da Medicina Tradicional Chinesa são formulações obtidas a partir de matérias-primas de origem vegetal, mineral e cogumelos (fungos macroscópicos) de acordo com as técnicas da MTC e integrantes da Farmacopeia Chinesa e passarão a ser monitorados pela Anvisa. Neste mesmo documento ficou estabelecido a proibição da utilização de matérias-primas de origem animal nas formulações a serem comercializadas no País.

Os vários itens que compõem cada receita são combinados em proporções que maximizam o princípio ativo desejado e inibem possíveis efeitos colaterais. Para dosar tudo, é fundamental conhecer as características energéticas, curativas e sinérgicas das ervas, ou sejam a interação de uma planta com outras.   

Em bora algumas formulas clássicas sejam comercializadas sem receita ou consulta de um fitoterapeuta-acupunturista é imprescindível a orientação de um profissional capacitado nas práticas da Medicina Chinesa. As orientações preconizadas na bula muitas vezes são subestimadas pelos consumidores pois estas fórmulas clássicas possuem uma variada forma de ação e podem gerar efeitos adversos como: náusea; sudorese; cefaleia; coceira/prurido; podendo gerar até aborto.

O indicado é procurar um profissional capacitado para que o mesmo formule uma exclusiva para seu tratamento. 

 

BENEFÍCIOS

 

São diversos os benefícios da Fitoterapia Chinesa entre eles destacam-se: Tratamento para Ansiedade; Cefaleia/Enxaqueca; Insônia; Problemas Gastrointestinais (constipação, diarreia, verminoses); Sinusite/Rinite; Dores e Inchaços; 

  

Inúmeras pesquisas vêm sendo realizadas para se estabelecer como é o funcionamento ocidental de cada erva e de suas combinações. Porém, os efeitos farmacológicos sobre o organismo humano provaram-se muitos complexos e pouco ainda se sabe sobre o mecanismo de ação dos compostos de maneira ocidental. É inegável a sua excelência terapêutica pois há ampla resposta ao organismo e isto demonstra que a Fitoterapia Chinesa na sua complexidade provou a sua eficiência no decorrer dos séculos, assim como na atualidade.

 

Contribuição Paulo Valle, Biomédico CRBM 8530 e Terapeuta.



TerapiasBR: https://www.terapiasbr.com.br/terapeuta/paulo-valle

Instagram: https://www.instagram.com/paulovalle.mtc/

 




ATENÇÃO: As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico. 

 







 

 

Palavra-chave:

Terapia Holística, Terapias Alternativas, Espaço Holístico, Místico, Meditação, Saúde, Corpo, Mente e Espírito Espiritualidade, Cura, Expansão da Consciência, Ascensão Consciencial, Auto Conhecimento, Despertar Cósmico, Auto Crescimento, Cura Quântica. 

 

Terapeutas especialistas em Fitoterapia Chinesa

Fernanda Sant' Ana Cabral

São Bernardo do Campo - SP

JAILTON RODRIGUES

Caruaru - PE